Sem categoria

Novo pódio da Red Line Motorsports no Campeonato de Portugal de Karting

Vitória da equipa madeirense colocada em causa após incidente…

O madeirense António Santos foi o primeiro a vez a bandeira xadrez na Final da segunda prova do Campeonato de Portugal de Karting da categoria Cadete, mas viria a ser relegado para a segunda posição pelo Colégio de Comissários Desportivos, por alegadamente ter assumido a liderança numa situação de bandeiras amarelas após um incidente. Ficaram as dúvidas… face à confusão!
António Santos, depois de ter recuperado da 18ª posição até um extraordinário segundo lugar (!) na prova de abertura do Campeonato de Portugal de Karting da categoria Cadete, em Viana do Castelo, geriu muito bem a segunda jornada, disputada no passado fim de semana, no Kartódromo Internacional de Leiria para depois vencer a Final. Contudo, um incidente – na cauda do pelotão com cerca de 20 pilotos – colocou em causa uma vitória praticamente certa, assim como todo o trabalho realizado pela equipa madeirense Red Line Motorsport e todo o empenho e talento de António Santos.
António Santos foi o segundo mais rápido nos treinos cronometrados e segundo classificado nas duas mangas de qualificação, fazendo até então um trabalho de gestão para depois atacar na Final e assim garantir o lugar mais alto do pódio na jornada leirense. Na Final, a três voltas para ser dada a bandeira xadrez, no duelo com o vimaranense José Pinheiro, António Santos passou para a frente da corrida, altura em que na cauda do pelotão um incidente entre dos pilotos originou uma situação de bandeiras amarelas. Quer António Santos quer José Pinheiro abrandaram, com o piloto madeirense na frente da corrida, mas o Colégio de Comissários Desportivos entendeu que António Santos ultrapassou José Pinheiro numa altura em que estavam a ser agitadas as bandeiras amarelas, pelo que o penalizou com dois segundos, fazendo-o cair para o lugar intermédio do pódio. Fica a dúvida para alguns e para outros não, mas fica uma certeza para todos: é que António Santos estava claramente mais forte – foi o autor da volta mais rápida… e também da segunda melhor volta –, pelo que só se pode concluir que a confusão gerada pelo incidente no fundo do pelotão retirou uma vitória praticamente certa a António Santos. Contudo, o piloto da Madeira continua bem colocado no Campeonato de Portugal de Karting, ocupando a segunda posição entre mais de 20 pilotos e naturalmente motivado para as próximas provas em Braga, Bombarral e Palmela.

No extenso pelotão da categoria Júnior, com mais de duas dezenas de participantes, Manuel Soares – que fez a sua segunda prova pela Red Line Motorsport – sentiu dificuldades ao nível dos pneus, de desgaste fácil no Kartódromo Internacional de Leiria, pelo que embora tenha rodado mais à frente, terminou a jornada leiriense na 17.ª posição.

 

FONTE: PROMOKARTING